RECEBA TODA SEMANA NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Redução de gastos na Clínica de Estética: veja 5 melhores dicas

Publicado em 18/02/2021

Em períodos de crise, gerir um negócio pode se tornar desafiador e, muitas vezes, estressante. Nesses casos, é fundamental pensar em uma política de redução de custos, seja para conseguir fechar as contas do mês ou para evitar demissões.

redução de gastos

No entanto, na hora de cortar gastos, é preciso muito planejamento para não perder qualidade e eficiência no serviço. Para ajudar você a passar por esse período de forma mais tranquila e mantendo os lucros, listamos 5 dicas de redução de gastos que vão ajudar no crescimento e otimização dos resultados da sua clínica. Confira!

1. Negocie com os fornecedores

Esse é o primeiro passo para conseguir reduzir seus custos na clínica. É importante pesquisar bastante na hora de escolher os seus fornecedores e negociar com eles para conseguir as melhores condições.

Apenas com uma conversa é possível conseguir descontos para compras em grandes quantidades, mais prazo para pagamentos e outras vantagens. Se o fornecedor se mostrar irredutível, a dica é conhecer novos produtos e experimentar novas parcerias, sempre levando em conta o feedback dos clientes e dos profissionais.

2. Escolha bem os equipamentos

Outra forma de reduzir os gastos é atentando-se aos equipamentos utilizados. Antes de comprar, pesquise bem sobre as marcas disponíveis no mercado e o consumo de energia de cada aparelho.

É importante levar em conta, também, a necessidade de manutenção de cada tipo de equipamento e qual sua vida útil. Aparelhos de depilação a laser, luz pulsada e radiofrequência, por exemplo, dependem de energia elétrica para funcionarem e têm um custo elevado, por isso, é importante colocar na ponta do lápis para verificar se a aquisição é compensatória a longo prazo.

3. Realize uma boa gestão do estoque de produtos

Fazer uma grande compra de produtos só porque o preço parece atrativo também pode se mostrar um problema. Por isso, evite estocar produtos sem necessidade e compre a quantidade certa para a utilização no período.

Estoque cheio pode significar dinheiro parado e você ainda corre o risco de não conseguir utilizar tudo antes da data de vencimento.

4. Economize na aquisição de clientes

Outra alternativa para quem precisa reduzir os gastos da clínica é fazer mudanças na estratégia de divulgação para diminuir o custo de aquisição. Você pode substituir investimentos em panfletos, banners e mídia impressa, por exemplo, por divulgação em ferramentas gratuitas, como as redes sociais e o WhatsApp.

5. Conte com bons profissionais

Por fim, para garantir redução de custos a longo prazo, a dica é apostar em uma equipe qualificada e que entrega bons resultados. E importante ter em mente que os funcionários são um gasto fixo, por isso, profissionais qualificados que tragam mais retorno financeiro e clientes mais satisfeitos são uma opção bem mais lucrativa do que uma equipe com custo menor, mas limitada.

Adotando essas dicas, é possível garantir uma redução de gastos na clínica de estética para encarar períodos de crise. Além disso, vale a pena apostar na tecnologia e em ferramentas de gestão para ter tudo na ponta do lápis e identificar quais gastos podem ser poupados.

Aproveite e faça um teste gratuito do sistema Belle Software, o programa de estética mais completo do mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar no Grupo
Entre no nosso grupo de WhatsApp, converse com outras esteticistas e troque dicas e informações sobre o mercado de estética. ⤵️