RECEBA TODA SEMANA NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Processo Trabalhista na Clínica: quais os principais e como evitá-los?

Publicado em 10/10/2019

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Twitter 0 Email 0 Filament.io 0 Flares ×
fale com um consultorPowered by Rock Convert

A falta de conhecimento sobre a legislação trabalhista brasileira por parte das empresas e os constantes conflitos que marcam as relações de trabalho dão origem a muitos processos trabalhistas.

Essas ações são cada vez mais frequentes e podem gerar diversos prejuízos, como a restrição de oportunidades e a má reputação da empresa. Então, é preciso encontrar maneiras eficazes de evitá-las. 

Quer conhecer as principais causas para um processo trabalhista e as melhores maneiras de evitá-lo? Então, acompanhe o nosso post e saiba como preservar a sua clínica de problemas!

processo trabalhista

As principais causas de processos trabalhistas

Verbas de rescisão

A ausência de pagamento de verbas rescisórias representa a maior motivação para processos trabalhistas atualmente. De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), quase 6 milhões de processos dessa natureza estavam em tramitação nas diferentes instâncias do Poder Judiciário em 2016.

Os custos que envolvem este problema são os relativos a saldo de salários, férias remuneradas, 13° salário proporcional e aviso prévio indenizado. Para evitá-lo, é importante que a empresa tenha conhecimento desses direitos e honre seus compromissos ao rescindir um contrato de trabalho.

Requerimento de direito referente às horas extras

Excessos na jornada de trabalho são muito comuns nas empresas. No entanto, a maioria delas não regista a quantidade de horas extras laboradas pelos colaboradores e, consequentemente, não efetua o seu pagamento, resultando em problemas que levam a processos trabalhistas.

Conflitos sobre o dano moral

Há muitos casos em que os funcionários são submetidos a situações de assédio moral ou sexual no ambiente de trabalho. Para evitar processos desse tipo, é imprescindível que as empresas tratem seus empregados com respeito e segurança.

Registro inadequado na carteira

O artigo 13 da CLT, assegura o registro empregatício na carteira de trabalho do funcionário. A violação dessa determinação é considerada infração e dá margem ao trabalhador para entrar com uma ação. Além disso, o não recolhimento do FGTS é um problema decorrente da ausência desse registro e deixa a situação mais séria.

job estéticaPowered by Rock Convert

Adicional insalubridade e periculosidade

Da mesma forma que as horas extras, os adicionais de insalubridade e periculosidade estão previstos na lei e devem ser pagos corretamente pelo empregador. O empregado que realiza esse tipo de atividade tem direito a adicional conforme o grau de gravidade do trabalho, que é acrescido ao seu salário-base.

É importante que os empregadores conheçam todos os direitos dos funcionários e, sobretudo, as suas insatisfações, para evitar possíveis processos trabalhistas. Em caso de dúvidas, não hesite em consultar uma empresa especializada na área.

As melhores formas de evitá-los

Tendo em vista esse cenário, reunimos algumas dicas de boas práticas no relacionamento com os funcionários da sua clínica, com o intuito de evitar processos e promover uma boa convivência.

Crie um vínculo empregatício com os funcionários

A formalização dos contratos e a gestão dos procedimentos são essenciais para reduzir os processos trabalhistas. Para que não haja nenhum problema, a empresa deve criar um vínculo empregatício com os profissionais de estética.

Aprenda a lidar com conflitos

Tenha em mente que, seja qual for o seu negócio, sempre surgirão alguns conflitos. Entender o ponto de vista de cada um e saber lidar com isso evita diversas reações que podem prejudicar a sua empresa.

Tenha uma comunicação transparente

Incentivar a comunicação entre a equipe é umas das melhores formas de evitar problemas. Valorize as opiniões, saiba receber críticas e esteja atento ao bem-estar dos colaboradores.

Reconheça o esforço dos colaboradores e dê feedbacks

Ser reconhecido é o objetivo de qualquer profissional. Isso aumenta a motivação e o engajamento, fazendo com que o trabalho se torne produtivo e o ambiente tranquilo.

Por fim, vale ressaltar a importância de ficar atento às leis e cumprir devidamente todos os requisitos. Com base nela, é possível firmar um contrato livre de inadequações, evitando, assim, processos trabalhistas na clínica.

Agora que você já sabe como evitar um processo trabalhista, que tal aprender a gerir sua clínica de estética de forma eficiente? Leia agora mesmo o nosso post e saiba mais sobre este assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá! Participe do nosso grupo no Whatsapp, receba dicas sobre estética e converse com outros profissionais da área.
Clique no botão abaixo para participar. ⬇️
Powered by