RECEBA TODA SEMANA NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Classificação de impostos para clínicas de estética

Publicado em 22/09/2016

   Estar em dia com os impostos para clínicas de estética é algo fundamental, seja ela de pequeno, médio ou grande porte. Isso significa que é preciso ter atenção especial a cada uma das obrigações que o empreendedor possui, evitando problemas com o Fisco e dando prosseguimento à sua atividade profissional.

impostos para clínicas de estética

   Sendo assim, confira a seguir quais são os principais impostos em pequenas empresas e as informações mais importantes a respeito deles.

Regimes tributários

   Basicamente, no Brasil existem 3 opções de regimes tributários para as empresas pagarem seus impostos. Eles são divididos de acordo com o faturamento máximo anual. São eles:

  • Simples nacional

   No caso de uma clínica de estética, ela só poderá aderir ao Simples Nacional se, além dos tratamentos estéticos, oferecer também a venda de produtos.

   Além disso, o Simples é um regime tributário voltado a micro e pequenos empreendedores, por isso, nele encaixam-se somente as empresas que possuem faturamento de no máximo R$ 3,6 milhões por ano.

   Suas vantagens são a unificação dos impostos dentro de um único boleto, e o valor da alíquota de arrecadação definida de acordo com o faturamento da empresa, que no caso, para clínicas de estética, a carga tributária chega a ser reduzida em até 40%.

  • Lucro Presumido

   O Lucro Presumido é uma opção de tributação para empresas que faturam até R$ 78 milhões por ano, entretanto, algumas que por pouco ultrapassam o valor limite do Simples Nacional ainda podem ser consideradas pequenas.

   No caso do Lucro Presumido é a legislação quem determina a margem de lucro para o cálculo dos impostos. No caso do setor de serviços, o valor é de 32% sobre o faturamento.

  • Lucro Real

   Acima de R$ 78 milhões por ano, a modalidade obrigatória é o Lucro Real, onde o IRPJ e a CSLL são calculados sobre o lucro efetivamente apurado e demonstrado ao longo do período contábil. Como este regime não é o ideal para micro e pequenas empresas, não vamos nos aprofundar nele.

Principais impostos para clínicas de estética

  • Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ)

   Este imposto é calculado a partir do faturamento da empresa. Nele, as alíquotas variam dependendo do regime tributário no qual a empresa se enquadra.

  • Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL)

   Contribuição devida à Seguridade Social. Seu valor é obtido a partir do regime tributário para o recolhimento do IRPJ.

  • Programa de Integração Social (PIS)

   Também referente à Seguridade Social. No PIS a alíquota de recolhimento para optantes do Simples Nacional é de 0,65% e para optantes do Lucro Real é de 1,65%.

  • Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

   O Cofins é uma contribuição previdenciária, cujo valor é obtido a partir das receitas da empresa. Para optantes do Simples Nacional, sua alíquota é de 3%, já para optantes do Lucro Real ela é de 7,6%.

  • Contribuição Previdenciária Patronal (CPP)

   Contribuição do empregador para o INSS. Para quem se enquadra no Simples Nacional, essa taxa vem inserida na alíquota paga de acordo com a atividade realizada. Para optantes do Lucro Real, ela incide sobre a folha de pagamento, com alíquota de 20%.

  • Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI)

   A alíquota sobre os produtos industrializados varia de acordo com cada produto. Além disso, ela é prefixada por legislação, na Tabela de Incidência de Imposto sobre Produtos Industrializados. No Brasil, ele é calculado sobre o preço de venda.

  • Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)

   Trata-se de um imposto de esfera estadual que incide sobre a movimentação de mercadoria. Neste caso, a alíquota varia de acordo com o estado, que possui tabela própria.

Impostos em pequenas empresas

   Para crescer, é fundamental saber que as obrigatoriedades tributárias podem interferir significativamente no seu negócio. Sendo assim, escolha adequadamente o regime tributário para sua empresa e esteja em dia com os impostos. Certamente isso fará toda a diferença para sua clínica estética.

   Quer saber mais sobre impostos para clínicas de estética? Deixe aqui sua dúvida. Estamos dispostos a esclarecer.

One thought on “Classificação de impostos para clínicas de estética”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Entrar no Grupo
Entre no nosso grupo de WhatsApp, converse com outras esteticistas e troque dicas e informações sobre o mercado de estética. ⤵️