RECEBA TODA SEMANA NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Planejamento tributário: por que sua Clínica deve se preocupar com isso?

Publicado em 09/30/2020

Você sabe o que é planejamento tributário e qual a importância dele para a clínica? Ele funciona como um modo legal de reduzir o pagamento de impostos e evitar penalidades. O desejo de todo empreendedor é encontrar um jeito eficiente de expandir as operações do seu negócio no mercado. Para isso, é preciso achar um meio de viabilizar o empreendimento e gerar uma rentabilidade maior como consequência.

Assim, o planejamento tributário é estruturado de acordo com as necessidades da sua clínica, considerando a formatação do empreendimento, os custos de insumo e até mesmo as suas estratégias de logística. Ele permite ampliar o panorama de possibilidades da sua gestão financeira, identificando as melhores maneiras de diminuir o valor de pagamento de tributos por meio de processos legais e transparentes.

Continue acompanhando e entenda de uma vez por todas como fazer um planejamento tributário eficiente em sua clínica!

planejamento tributário

Conheça bem sua empresa

Nenhum tipo de planejamento vai ter a eficiência desejada, se antes ele não for embasado na realidade atual em que o seu empreendimento está inserido. Quanto mais você conhecer o próprio negócio, melhor será sua visão sobre a situação da clínica e como você pode otimizar a gestão dela.

O planejamento tributário precisa ser realizado apenas ao compreender perfeitamente como o seu negócio está operando, quais são as atividades desenvolvidas, o sistema operacional, seu patrimônio, lucros e despesas, a área de atuação, suas pendências tributárias, entre outros detalhes.

Você também deve ficar de olho na previsão de quanto será o seu faturamento — podendo ser em um período anual, trimestral ou mensal — e quais são as expectativas de renda e de gastos operacionais projetadas para a clínica. Por meio desses dados, você terá a capacidade de identificar as vantagens e desvantagens determinadas pelos regimes tributários existentes.

Ainda que os regimes de tributação possam ser alterados anualmente, não é um processo muito comum. Por isso, o ideal é levar em consideração os objetivos e planos do seu empreendimento a curto e médio prazo para tomar esse tipo de decisão.

Esteja por dentro da legislação

Uma forma bastante recomendada para evitar impostos indevidos e multas é justamente ficar por dentro do que diz a lei. O seu planejamento tributário deve ser desenvolvido com base nos principais tributos cobrados no país. Não é necessário ser nenhum especialista na área para entender o caminho certo que precisa percorrer para alcançar o sucesso.

Conhecer os impostos facilita todo o planejamento de estratégias em sua clínica. Confira os tributos cobrados no Brasil.

ICMS

O ICMS — ou Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços — incide sobre a circulação de produtos como eletrodomésticos e serviços como os de transporte. As alíquotas dele variam de acordo com o estado, indo de 7% a 25% sobre o preço das mercadorias.

IPI

O Imposto sobre Produtos Industrializados é aplicado quando uma mercadoria sai das fábricas. As alíquotas utilizadas aqui vão mudar conforme o que foi produzido. Isso significa que, em alguns casos, ele pode ser isento ou até mesmo passar de 100%.

PIS

Esse tributo trata-se de uma contribuição de caráter social. O seu objetivo é o financiamento de pagamentos, como o seguro-desemprego, abonos salariais e a participação na receita.

COFINS

O COFINS objetiva o financiamento da seguridade social em diferentes áreas, como a Previdência Social e Assistência Social. Sua alíquota flutua em torno de 3% a 7,6%, a partir do regime tributário e do tipo de produto comercializado.

IRPJ

O Imposto de Renda de Pessoa Jurídica apresenta uma alíquota de 15% sobre o lucro anual do empreendimento. Ela pode sofrer acréscimos caso ultrapasse limites impostos pela Lei.

CSLL

Com base nas tributações das empresas, a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido tem sua alíquota de 9% para as empresas que optam pelo lucro presumido ou real.

ISSQN

Esse tributo é recolhido pelo município onde está inserido o negócio, com uma alíquota que pode variar de 2% a 5%, dependendo do tipo de serviço prestado e onde ele é realizado.

Escolha o melhor regime tributário

Um planejamento tributário eficiente deve avaliar o que é melhor para o empreendimento. Por isso, é necessário definir qual regime tributário é o mais adequado à sua clínica de estética e como ele vai impactar o seu negócio. Como mostramos mais abaixo, existem opções que contam com alíquotas maiores ou menores, de acordo com o tipo de mercadoria e do município onde a empresa atua.

Por isso, dependendo da região e da estrutura do negócio, é possível identificar a melhor alternativa para ele. Outros pontos essenciais que você precisa ficar de olho na hora de escolher o regime tributário mais apropriado são a margem de lucro e as despesas com funcionários. Tais dados possibilitam a elaboração de um comparativo de desempenho mais eficiente.

Confira alguns regimes tributários e suas alíquotas.

Lucro Presumido

Esse tipo de regime prevê um tributo com alíquota do ISS, variando entre 2% a 5%, conforme o município. Nos casos de tributos federais, o valor chega a dobrar, alcançando um total de 11,33%.

MEI

O microempreendedor individual paga uma taxa fixa mensalmente. Aqui, os empreendimentos podem gerar um lucro anual de até R$81 mil, contando com benefícios como redução de cargas tributárias e a contratação de um funcionário.

Lucro Real

O Lucro Real é mais indicado para empreendimentos com lucro baixo. Assim, é possível pagar impostos proporcionais à lucratividade do negócio.

Faça o acompanhamento financeiro periodicamente

O planejamento tributário da sua empresa anda lado a lado com suas finanças. Por isso, de nada adianta começar a elaborá-lo, se você não tiver um acompanhamento eficiente sobre a entrada e saída de recursos em sua clínica.

É importante que realize um monitoramento frequente sobre as suas margens de lucro e receitas. Assim, é possível desenvolver um histórico financeiro eficiente e completo para nortear as suas futuras decisões. Com um fluxo de caixa organizado, é possível também começar uma cultura de governança tributária na empresa.

Busque isenções e incentivos fiscais

As isenções e incentivos fiscais são muito importantes para o seu planejamento tributário. Com eles, você pode encontrar meios legais de reduzir as alíquotas em impostos ou as compensações de crédito, antes mesmo de decidir o seu regime tributário. Por isso, é essencial entender o tipo de enquadramento da sua empresa e identificar as opções em que ela está inserida.

Pronto! Entender como fazer o planejamento tributário para a sua clínica de estética é indispensável para evitar surpresas desagradáveis. Por isso, procure contar com uma ferramenta de gestão eficiente em seu negócio. O Belle Software disponibiliza várias funções em uma única interface, possibilitando gerenciar desde a sua agenda até os assuntos financeiros do seu empreendimento.

Ficou interessado em potencializar os seus esforços? Não deixe de conferir nossas soluções e veja como elas podem ajudar sua clínica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar no Grupo
Entre no nosso grupo de WhatsApp, converse com outras esteticistas e troque dicas e informações sobre o mercado de estética. ⤵️