RECEBA TODA SEMANA NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Aprenda como precificar serviços na Clínica de Estética!

Publicado em 06/06/2019

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Twitter 0 Email 0 Filament.io 0 Flares ×

Você sabe se está cobrando um preço justo? Precificar serviços na clínica de estética de forma correta é de suma importância para o sucesso do negócio. Contudo, isso pode não ser tão simples quanto parece.

Para tornar a missão ainda mais difícil, é preciso considerar diversos fatores que vão interferir no preço final. Para ajudar você a descomplicar essa tarefa, vamos explicá-los, individualmente, a seguir. Continue a leitura!

precificar serviços na clínica de estética

Aprenda como precificar serviços na Clínica de Estética!

Antes de qualquer coisa, é preciso ter em mente quais os custos fixos e variáveis do seu negócio. Eles precisam ser considerados e calculados adequadamente. Para que você possa entender melhor:

  • custos fixos são aqueles que serão cobrados independentemente do seu faturamento, por exemplo, o aluguel;
  • custos semifixos são as contas que são pagas todo mês, mas que contam com variações de valor, como contas de luz, água e impostos;
  • custos variáveis são os custos decorrentes de emergências e que precisam ser pagos de última hora, como a quebra de um equipamento.

Custo do serviço e hora do profissional

É preciso calcular, também, o custo do serviço específico, considerando que cada um utilizará um produto e terá uma certa duração. Coloque na ponta do lápis o tempo gasto em cada procedimento, juntamente ao valor da hora de trabalho do profissional.

Frações de produtos utilizados também precisam ser levados em conta, devendo influenciar na precificação do serviço. Para fazer o cálculo, divida o valor total do produto pela quantidade de aplicações que ele possibilita.

Margem de lucro desejada

A margem de lucro pretendida é outro fator que deve ser levado em conta. Conheça o seu mercado e defina o lucro que você busca. É importante lembrar, entretanto, que nem todos os serviços devem ter a mesma margem. Isso porque nem todos têm o mesmo custo, além de demandarem tempos distintos.

Procedimentos com alta concorrência, por exemplo, devem ter uma margem de lucro menor para que você possa oferecer um preço mais competitivo. Já nos casos de sua clínica ter renome e valor agregado, a margem de lucro pode, e deve, subir.

Preços praticados pela concorrência

É preciso sempre ter em mente quais os valores praticados pela concorrência para conseguir oferecer um valor competitivo. Se o preço dela for muito mais alto ou mais baixo, vale a pena recalcular os seus custos, dependendo da sua estratégia de mercado.

Caso o seu seja mais alto, deixe claro aos clientes qual o seu diferencial e valor agregado, além de utilizar estratégias de marketing e atendimento que auxiliem na sustentação do seu preço.

Na hora de precificar serviços na clínica de estética, é preciso ter em mente todos os custos envolvidos no trabalho, além do lucro desejado e do valor cobrado por seus concorrentes. Ao elaborar uma precificação justa, você garante um melhor rendimento para sua clínica, além de aumentar a fidelização de seus clientes.

Agora que você sabe como precificar serviços na clínica de estética, que tal se aprofundar mais no assunto? Baixe gratuitamente nosso KIT Formação de Preço de Serviços de Estética.

Conheça também o sistema Belle Software, capaz de gerenciar totalmente o financeiro da sua clínica, registrando tudo que entra e sai. Faça um teste grátis de 14 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quero Participar
Olá! Participe do nosso grupo no Whatsapp, receba dicas sobre estética e converse com outros profissionais da área.
Clique no botão abaixo para participar. ⬇️
Powered by